Blog Sacratour
Menu
SacraTour

Turismo Religioso

O Caminho de Santiago de Compostela

By In Geral On 08/07/2021


Nosso convite de hoje é para que você conheça um percurso repleto de fé e emoção. Vamos adentrar em um dos caminhos mais conhecidos de todo o mundo e que carrega o forte significado de peregrinar. Venha saber a origem e todas as histórias envolvendo o Caminho de Santiago de Compostela.

E para começarmos, antes de peregrinarmos por este caminho, vamos saber :

Quem foi Santiago?

São Tiago. Obra do artista Guido Rene

Tiago era filho Zebedeu e Maria Salomé. Ele nasceu na cidade de Betsaida que ficava a poucos quilômetros de Cafarnaum. Tiago era irmão de João. O pai de Tiago e João era um próspero pescador e acredita-se que a mãe de Tiago teria sido tia de Jesus.

Ou seja ,Tiago, assim como seu irmão,  seriam primos de Jesus. Com o tempo, Tiago e João passaram a exercer a profissão do pai e também se tornaram pescadores. E foi no mar da Galileia que Jesus convocou Tiago a ser “Pescador de homens”

Mar da Galileia – Israel

Tiago Maior e Tiago Menor

O apóstolo Tiago foi chamado de Maior para que pudesse ser diferenciado do outro apóstolo também chamado Tiago, que por sua vez ficou conhecido como Tiago Menor, por ser o mais novo.

Quando recebeu o chamado, Tiago compartilhou momentos de extrema importância na vida de Jesus Cristo. O apóstolo pode presenciar momentos como a ressureição da filha de Jairo e a Transfiguração.

A ida para Espanha

O fervor de Tiago nas pregações era muito grande. Seu empenho e dedicação à evangelização era de conhecimento de todos. Logo após a morte de Cristo, por volta do ano de 33, Tiago parte para as terras que hoje conhecemos como Espanha. Na Espanha ele se dedica a propagar a doutrina cristã. Porém, o seu trabalho não foi fácil.

A população local tinha formações e tradições bastante distintas das cristãs e , por isso, Tiago teve que se empenhar muito para que a palavra de Cristo fosse aceita. Em meio a esta difícil tarefa, o apóstolo que já sentia bastante cansado em meio as resistências pagãs, acaba por ter um momento que iria mudar tudo:

A aparição da Virgem

A Virgem Santíssima apareceu para o apóstolo Tiago no local que hoje conhecemos como Zaragoza. Maria estava acompanhada por um coro de anjos. Mas essa não foi apenas uma aparição da Virgem. Em verdade, Maria ainda estava viva na época. Logo, este momento é considerado como a bilocação da Virgem.

Maria apareceu à Tiago sobre um pilar. Ela acalmou o coração do então apóstolo dizendo que embora seu trabalho fosse árduo, no futuro aquele local seria repleto de muita fé cristã.

A mensagem da Virgem fez com que Tiago se sentisse motivado e desse continuidade a sua missão evangelizadora. A perseverança  do apóstolo em levar a palavra de Cristo gerou frutos que vemos ecoar até os dias atuais.

A igreja feita a pedido de Nossa Senhora

Catedral de Nossa Senhora do Pilar – Espanha

Além das palavras de incentivo, Maria pediu a São Tiago que construísse uma igreja naquele mesmo lugar. A Virgem também o instruiu para que o altar fosse feito ao redor do pilar onde ela se encontrava.

Imagem de Nª Sª do Pilar do interior da Catedral

Com a ajuda de outros fiéis, São Tiago conseguiu realizar o pedido feito por Nossa Senhora. E, no local da aparição, foi construída a primeira igreja dedicada à Virgem Santíssima. Com o passar dos tempos, Nossa Senhora do Pilar ganhou o título de Padroeira da Espanha.

A morte de São Tiago

Como São Tiago havia sido muito íntimo de Jesus em vida, a vontade de levar Sua palavra a diante era uma determinação muito grande.

Foi assim que o apóstolo tornou-se parte do núcleo da igreja primitiva de Jerusalém. Muitas pessoas não gostavam da ideia de que os ensinamentos de Jesus tivessem continuidade. Deste modo, em 44 D.C, aproximadamente, Hérode Agrippa manda decapitar São Tiago e ele se torna o primeiro mártir da Igreja.

Onde São Tiago foi enterrado?

Antes de sabermos a resposta, devemos conhecer a seguinte história; por volta do ano de 813 D.C., o monge Pelayo  avistou no céu uma “chuva de estrelas cadentes”. Ele entendeu que aquele era um chamado e passou a seguir os rastros das estrelas e, dessa forma, ele encontrou a sepultura de São Tiago que há não se tinha notícias.

Não se sabia onde o corpo de São Tiago havia sido enterrado, pois dois discípulos de São Tiago levaram seu corpo para o local onde ele costumava pregar. Eles sabiam do desejo de São Tiago de ser enterrado em terras espanholas e fizeram tudo em segredo para que não fossem surpreendidos.

 A peregrinação na Idade Média

Com a descoberta do local da sepultura de São Tiago, o Rei Alfonso II procura verificar a veracidade dos fatos. Para isso, ele caminha até a sepultura e passa a ser o primeiro peregrino de Oviedo até Santiago. Em outras palavras, o caminho feito pelo rei é o que hoje conhecemos como Caminho Primitivo. A veracidade da sepultura foi constatada e uma pequena igreja foi construída no local.

 O início das peregrinações

As pessoas começaram a peregrinar em maior número para a igreja que havia sido construída. E por conta disso, uma igreja de maior porte deu lugar a primeira. Com o tempo, o pequeno povoado começa a tomar forma de cidade e ganha também o nome de Santiago de Compostela. Isso porque Compostela significa “campo de estrelas”. As peregrinações eram tantas que a sede episcopal teve que ser transferida de Iria Flavia para Compostela.

Peregrinações estrangeiras

Estima-se que os franceses tenham sido os primeiros estrangeiros a peregrinar até o túmulo do apóstolo Tiago. A data do primeiro registro é de 951.

A partir de então, o caminha de Santiago foi crescendo cada vez mais. Isso quer dizer que depois de Rei Alfonso II, novas possibilidades de caminhos foram sendo traçadas como o Caminho Português, o Caminho Francês, Inglês e tantos outros. Pessoas de todo o mundo buscam fazer o caminho  encontram uma grande rede de auxílio ao peregrino.

Um caminho que leva a muitos destinos

O caminho de Santiago é famoso no mundo todo. Mas ele não é percorrido apenas pelos fiéis que buscam se conectar com o sagrado e aprender com a vida e história de São Tiago.

O caminho também ficou famoso por receber pessoas com os mais diferentes propósitos, há aqueles que buscam percorrer o trajeto pelo esporte, ou como auto desafio, ou até mesmo uma forma de comemoração.

Em grupo ou sozinho, os peregrinos que passam pelo Caminho de Santiago de Compostela têm algo em comum; eles compartilham o fato de se sentirem modificados pelo caminho. Afinal, como disse Papa Francisco, em comemoração ao ano Jubilar de 2021 dedicado a São Tiago, “deixamos o nosso eu, aquelas certezas às quais nos agarramos, mas com um objetivo claro em mente, não somos seres errantes, sempre girando em torno de nós mesmos sem chegar a lugar algum. É a voz do Senhor que nos chama e, como peregrinos, nós a acolhemos em atitude de escuta e de busca, empreendendo esta viagem para encontrar Deus, os outros e nós mesmos”.


Leave a comment